Se você tem loja, estabelecimento comercial, empresa ou escritório, saiba que é fundamental investir em uma boa sinalização interna. Ela tem como objetivo, como o nome propõe, sinalizar e orientar o público interno e externo sobre os mais diversos ambientes.

Com a sinalização interna você informa a localização exata dos produtos e departamentos, cria maior segurança para o ambiente, facilita o acesso e o fluxo de pessoas e ainda fideliza os consumidores e colaboradores por proporcionar-lhes uma ótima experiência.

Mas, você sabe como fazer isso? Não? Então, confira algumas dicas para não errar na hora da sinalização interna. Vamos lá?

1. Não seguir o padrão visual da empresa

Um dos maiores erros dos estabelecimentos ao investir em uma comunicação visual é o seguinte: uma placa quebrou, então, eles vão até um local (não especializado) e compram uma peça normal para substituí-la. 

A informação permanece correta (como banheiros, caixa ou outros), no entanto, a placa não foi feita especialmente para a sua empresa. 

  • Então, saiba que é fundamental utilizar sempre a identidade visual da sua empresa. Isso traz maior credibilidade para a sua marca e mostra que você se preocupa em oferecer uma experiência completa aos seus colaboradores e clientes.

2. Utilizar cartazes impressos em uma impressora comum

Muitas empresas não investem em uma identidade marcante para os seus clientes. Dessa maneira, fazem a sinalização no computador e imprimem na própria empresa. 

No entanto, esso é um erro, afinal, certamente, ficará cada placa com uma fonte, um tamanho, um espaçamento, uma tonalidade e uma apresentação diferente.

  • Por isso, é fundamental investir em uma empresa especializada para confeccionar uma completa sinalização interna para a sua organização. Assim, você mantém um padrão visual incrível e não compromete a credibilidade da sua marca.

3. Não pensar no equilíbrio da identidade visual

A sinalização interna é de extrema importância para qualquer tipo de negócio, no entanto, é preciso ter cuidado com excessos. 

Inserir uma sinalização em cima da outra cria confusão mental e desorienta o consumidor (em vez de orientá-lo).

  • Assim, é preciso ter equilíbrio: não investir em placas demais, tampouco de menos. Não sobrecarregue ou desvie a atenção do público. Para isso, é preciso posicionar as placas nos locais corretos e estratégicos.

4. Investir em muita informação em uma placa só

Certamente, se você investir em uma frase gigante em uma placa pequena, o público não lerá, você concorda? Por isso, o excesso de informações também é prejudicial ao seu negócio. Aliás, as pessoas costumam dar uma olhada rápida nas placas. 

  • Então, é preciso ser objetivo, claro e ir direto ao ponto. Não enrole! A placa é apenas uma sinalização interna para indicar um assunto importante. Se realmente for necessário inserir uma informação mais longa, procure opções mais apropriadas, tais como totens, placas e banners

5. Não treinar os seus colaboradores

Os colaboradores estão, diariamente, na sua empresa e sabem exatamente onde estão localizados todos os ambientes. Então, mesmo que você invista em diversas placas de sinalização interna para os clientes, precisamos considerar que, muitas vezes, em vez de ler a placa, eles solicitam informações aos colaboradores. Nesse sentido, é essencial que os funcionários ofereçam um ótimo atendimento.

  • Prestar um ótimo atendimento ao público é sempre uma das principais estratégias para fidelizá-lo. Por isso, por mais que tenha uma boa sinalização interna, os atendentes precisam saber orientar muito bem os seus consumidores para que eles se tornem fiéis ao seu negócio.

6. Utilizar fontes ilegíveis

Certamente, você já foi em algum estabelecimento e encontrou um cartaz, um banner ou até mesmo uma placa com uma letra estranha, certo? Como aquelas que não se pode entender direito o que está escrito (com muitos desenhos, enrolada, espessa demais ou outros). 

Assim, utilizar fontes ilegíveis é quase a mesma coisa do que não ter uma placa! Afinal, o cliente não vai entender o que está escrito e você só gastou dinheiro à toa.

  • Utilize sempre fontes modernas, estratégias, simples e legíveis. Melhor ainda se utilizar a mesma linha visual do logotipo do seu negócio. Não misture muitos tipos de fontes na mesma informação. Isso causa confusão mental e o cliente não vai ler.

7. Não revisar a sinalização interna

Se você não quer que a sua empresa saia nas redes sociais se transformando em um meme ou um conteúdo viral, tenha muita atenção com ortografia, gramática e erros de digitação. Afinal, criar uma placa com erros faz com que a imagem da sua empresa seja prejudicada.

  • Revise sempre! Peça para mais de uma pessoa da sua empresa conferir o material antes da impressão para ter a certeza de que não saiu nenhum erro. Normalmente, as agências especializadas já têm um time especializado que revisa o documento, no entanto, é sempre bom revisar mais de uma vez!

8. Investir no material errado

Atualmente, encontramos diversos tipos de materiais para criar a sinalização interna, e é preciso ter cuidado para não errar. Por exemplo: utilizar papel em um ambiente úmido (vai borrar e estragar o material rapidamente). 

Aqui, o mais comum é o acrílico, no entanto, dependendo da estratégia da sua empresa, você pode investir em banners, totens, adesivos, backlight, frontlight, faixa, letra caixa e outros.

  • Procure uma empresa especializada no assunto, entenda os benefícios de cada tipo de material e escolha o que apresente o melhor custo-benefício para a sua marca.

9. Não investir em uma empresa especializada

Um dos maiores erros quando o assunto é sinalização interna é não procurar uma empresa especializada para confeccionar os materiais para a sua marca. 

Dessa maneira, cada placa sai de uma forma, com uma tonalidade, tipografia e você só causa uma confusão mental no seu consumidor.

  • Invista sempre em empresas especializadas, como a Trevisan Comunicação Visual e tenha materiais de qualidade, estratégicos e com o melhor custo-benefício para a sua organização.

Você gostou de aprender sobre os 9 erros na sinalização interna para evitar? Então, aproveite e compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais!